Mate-me Quando Quiser #Resenha


Editora: Gutenberg
Autora: Anita Deak
Páginas: 248
Ano: 2014


"Mate-me quando quiser, ou melhor, no dia que lhe convier dentro dos próximos quatro meses. A única coisa que peço é discrição. Você sabe quem eu sou, mas não quero saber quem você é."

[Nota Pessoal]

Este livro é o primeiro que recebi em parceria com o grupo Autêntica, da Editora Gutenberg, e eu que escolhi. Fiquei muito intrigada com a sinopse, e curiosa sobre a história, e fiquei ainda mais surpresa quando soube que a autora é brasileira. Não imaginava.
Bem, vamos ao que interessa. Umas das coisas que gostei particularmente pra começar é que os personagens, exceto o matador, Soares, que a personagem "principal" contrata para matá-la, não são chamados pelo nome. São tratados pelas circunstâncias ou aparência física. Como Mulher, Homem, Loira e Morena. Na verdade são esses os personagens em aparecem na história com frequência.


"Além disso, estudara, durante muitos anos, certas correntes esotéricas cujas bases afirmam categoricamente que a vida é composta de sinais. Que não se cisma com uma pessoa a toa. Que coincidências não existem. E, por mais que achasse que se livrara do misticismo, a verdade é que não. Certas crenças incrustadas demoram muito a sair do sangue."

E nesse período de quatro meses que a contratante dá para Soares matá-la, é tempo de sobra pra acontecer muita coisa, embora pareça que acontece em um curto período. Quando li o primeiro capítulo, a Mulher, observa o Homem em um restaurante e resolve segui-lo. Daí esse pequeno ato de observar muda toda a história. É claro que Soares está de olho em todos os passos da Mulher, e também vemos a visão dele sobre isso, o que só complica ainda mais as coisas para frente do livro.


"Foi literalmente o girar do calcanhar de Mário em direção à Mulher que mudou a vida de ambos, Homem e Mulher. Nem sempre a vida se justifica com romances."

Mas Soares também usa disfarces quando vai fazer o seu serviço, e arruma um emprego na loja do Homem, e daí começa uma história mais enrolado do que vocês possam imaginar rs. Lendo a sinopse, acredito que todo mundo pensa que será algo meio clichê, a mocinha que desiste de morrer por amor, mas é bem mais complexo que isso. E com a aparição da Loira e da Morena na história, a trama vai ficando bem mais interessante. São cinco vidas, cinco histórias, que de certa forma se ligam e se entrelaçam depois da simples decisão da Mulher de seguir o Homem. E aí você se pergunta, quando será que Soares vai matá-la? Será que observá-la e se envolver mais do que devia nessa história vai influenciar no seu serviço?


"É na iminência da morte que o ser humano, enfim, fica nu."

O que posso dizer é tudo começa em um e termina no outro. Rs. Sei, não vão entender, mas não é pra entender mesmo, é pra ler, e tirar suas conclusões. Gostei muito da escrita da autora, não é uma linguagem informal, e a história se desenrola fácil, rápida e descomplicada, nos poupando de detalhes desnecessários. Algumas partes do livro nos fazem refletir com suas frases geniais, e deixa a sensação em dado momento, que somos nós mesmos quem narramos o livro, aliás não descobri quem narra..rs. Mas a impressão que tive é que tudo gira em torno do personagem Homem. Mesmo que a Mulher, seja quem bagunce a vida de todos os personagens. Enfim, é um livro muito bom, que recomendo sem hesitar. 

Compre o livro no site da Editora Gutenberg


5 comentários:

  1. SABRINA TUA RESENHA ...............HUM...............TBM FIQUEI MUITO CURIOSA P/ SABER QUEM É O ASSASSINO, LOUCA P/ LER.

    ResponderExcluir
  2. PARABÉNS SABRINA, TEU DIARIO É LINDO.

    ResponderExcluir
  3. Oi Sa,

    Achei a história bem interessante, apesar de não ser meu tipo de leitura favorita. bjs

    ResponderExcluir
  4. Nossa! Livro complicadinho em... rsrs ... Loira, Morena, Homem, faltou a Ruiva... kkk

    Pelo que disse não é um clichê, mas sim algo diferente... Gostei.

    Cara, parece aqueles livros que você só sabe mesmo o que vai acontecer na última pagina, já que durante a história só joga pista, mas sempre incompleta... Parabéns pela resenha!!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.